Bem Vindo

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Eu sou

 
 Sou os brinquedos que brinquei,
as gírias que usei,
os nervosos e felicidades que já passei.
Sou minha praia preferida,
sou os amores que vivi,
as conversas sérias que tive com meu pai:
Eu sou o que me faz lembrar!!!

Sou a saudade que sinto,
sou um sonho desfeito ao acaso,
sou a infância que vivi,
sou a dor de não ter dado certo,
sou o sorriso por tudo que conquistei,
sou a emoção de um trecho de livro,
da cena de filme que me arrancou lágrimas:
Eu sou o que me faz chorar!!!

Sou a raiva de não ter alcançado,
sou a impotência diante das injustiças 
que não posso mudar,
sou o desprezo pelo que os outros mentem,
sou o desapontamento com o governo,
o ódio que isso tudo dá.
Sou o que eu remo,
sou o que eu não desisto,
sou o que eu luto,
sou a indignação com o lixo jogado do carro,
a ardência da revolta ao ver um animal abandonado:
Eu sou o que me corrói!!!

Eu sou o que eu luto,
o que consigo gerar através de minhas verdades,
sou os direitos que tenho e os deveres a que me obrigo,
sou a estrada por onde corro,
sou o que ensino e, sobretudo, o que aprendo:
Eu sou o que eu plantei!!!

Eu não sou da forma como me visto,
não sou da forma como me comporto,
não sou o que eu como, muito menos o que eu bebo.
Não sou o que aparento ser:
EU SOU O QUE NINGUÉM VÊ!!!

Eu sinto tudo demais.

 
 Mesmo que eu tente esconder,
mesmo que eu tente
não me mostrar.
Mesmo que eu disfarce.
Eu sinto tudo demais.
E é por isso que às vezes
as coisas doem tanto.

Comigo é tudo ou nada

 Quer?
Então pega.
Pega por inteiro.
Minha parte boa, minha parte chata,
minha parte cinza-chumbo.
Crise de tpm, crise existencial,
crise de riso, crise de choro.
Não queira só um lado ou só algumas partes.
Se quer (quer mesmo?), queira tudo.
Completa e complicada.
Simples e confusa.
Dramática e exagerada.
Não gosto de partes, gosto da coisa inteira.
Metades não me agradam.
Não me atraem.
Não me satisfazem.
Se eu te quero, quero 100%.
Inteirinho.
Com teu lado cretino e bonzinho.
Com teu jeito arrogante e descontrolado.
Tua doçura e acidez.
Não me vem com mais ou menos.
Nem vem.
Comigo é tudo ou nada.
Mesmo.
Quer?

É próprio da mulher

 
 É próprio da mulher o sorriso que nada promete
e permite tudo imaginar.

É preciso respirar

 
 É preciso respirar em cada vírgula,
entender cada ponto e continuar as reticências.
A vida é um livro 
esperando o próximo capítulo.

Sinta mais, pense menos.

 
 Às vezes, não há nenhum aviso.
As coisas acontecem em segundos.
Tudo muda.
Você está vivo.
Você está morto.
E as coisas continuam.
Somos finos como papel.
Existimos por acaso entre as percentagens, temporariamente.
E esta é a melhor e a pior parte, o factor temporal.
E não há nada que se possa fazer sobre isso.
Você pode sentar no topo de uma montanha
e meditar por décadas e nada vai mudar.
Você pode mudar a si mesmo
para ser aceitável mas talvez isso também esteja errado.
Talvez pensemos demais.
Sinta mais, pense menos.

Felicidade é

 
 Felicidade é 
quando a boca é pequena demais 
para o tamanho do sorriso 
que tua alma quer dar.

Como está sua vida neste momento?

 
 Como está sua vida neste momento?
Boa ou ruim?
Lembre-se:
o instante actual é reflexo do 
que você imaginou no passado.
Por isso, se você estiver infeliz,
comece a mudança por você,
sintonizando positividade e confiança.
Em pouco tempo verás o resultado.

Bom mesmo é ser original

 
 Bom mesmo é ser original.
A autenticidade pode ser rejeitada por muitos,
porém é valorizada pelas excepções
que não apreciam a dissimulação.

Você é quem deve abalá-las.

 
 A vida é cheia de altos e baixos;
tristezas e alegrias.
Mas, 
não deixe que elas abalem você
e sim você é quem deve abalá-las.

Use a bofetada

 
 E de repente a vida te dá 
aquela bofetada de realidade!
Às vezes é realidade demais 
para vir tudo de uma só vez ...
mas, quando acontece,
ou te desanima de vez,
ou te joga para a frente!
Então,
prefira usar a bofetada
como um estímulo para tocar a vida adiante e
acordar para o novo e
para tudo de bom que a vida pode oferecer!!!

É preciso ser capaz de olhar para nós mesmos

 
 Hoje, 
não basta saber quem eu sou.
É preciso também saber quem eu não sou.
Para, então, saber quem eu posso ser.
O que descubro é a necessidade de se manter,
pelo menos em parte, 
estrangeiro à própria vida.
Manter algo de si no vazio,
uma parte de nós capaz de olhar
para o todo como terra desconhecida,
aberta para o espanto de nós em nós.
Ou seja:
é preciso ser capaz de olhar
para nós mesmos com estranhamento
para que possamos enxergar possibilidades
que um olhar viciado tornaria invisíveis.

Escolhas

 
 A filosofia de uma pessoa 
não é melhor expressa em palavras;
ela é expressa pelas escolhas que a pessoa faz.
A longo prazo,
moldamos nossas vidas e moldamos a nós mesmos.
O processo nunca termina até que morramos.
E, as escolhas que fizemos são,
no final das contas,
nossa própria responsabilidade.

Viva!

 
 Seja aos 40 
ou em qualquer idade,
a tal da 'vida de verdade' é
fonte de muito sofrimento desnecessário.
Ela coloca nossas vidas imperfeitas
e tudo e todos que dela fazem parte
 como sendo sempre insuficientes
diante de alguma outra vida imaginária.
Ou nos instala no modo de espera
de algo extraordinário que ainda vai
acontecer e nos arrancar do que interpretamos
como uma mesmice aquém do que merecemos.
A 'vida de verdade' é uma grande mentira.
E a história de que 'a vida começa aos 40' a reforça.
Nesse ritmo, talvez a vida não comece nunca.
E acho que há gente demais 
mulheres e homens
vivendo à espera de que a vida comece, 
sem reparar
que ela já vai pelo meio.

Eu terei evoluído verdadeiramente.

 
 Os mistérios sempre vão existir por ai,
nós mal sabemos cuidar dos nossos.
Todos os dias eu tento entender
um pouco mais da minha alma,
dessa insistência de amar 
as pessoas como elas são.
Tento me importar mais com o
que cada pessoa representa para mim,
na minha vida e no meu crescimento.
Eu estou certa que o dia que
eu souber entender mais sobre isso,
ai sim, 
eu terei evoluído verdadeiramente.

E me encontrei também.

 
 Hoje eu procurei ver sorriso em tudo.
Eu procurei ver nas palavras,
Poemas subentendidos.
Em cada letra.
Canções e alguma certeza que pudesse
traduzir-me em verso.
Pessoas e suas levezas.
Seus laços no meu.
E eu encontrei.
E me encontrei também.

Pausa, Respira, Reflecte

 
 Uns chamam de pedra no caminho,
já eu entendo isso como uma resposta da vida, dizendo:
- Pausa, Respira, Reflecte 
melhor sobre as tuas escolhas, pondera.
Aprenda:
A pedra é só uma desculpa que o caminho
encontrou para chamar a tua atenção!

Sou

 
 Sou revoltada, feminista, revolucionaria,
voluntária, expressiva, digna de aplausos
nos meus momentos mais involuntários...
Fico calada e não me importo 
com o que falam de mim…
Na verdade só estou observando 
e te esperando concluir.
Falo a verdade sorrindo,
mas só quando você terminar de falar,
ai sim me manifesto.
Só abro a minha boca para falar
com causas ganhas e coisas completas, concretas.
E o incerto?
Isso eu largo para vocês.
Sou de analisar os fatos 
e se te deixo falar o que quer,
é porque pretendo usa-los contra você,
não tenha medo enquanto 
me ver calada e sorrindo 
mas,
tenha medo quando estiver apenas te ouvindo!

Facto

 
 Confio em poucos mas, 
sei que confio nas pessoas certas.

Diferente é o que:

 
 Diferente é o que:
chora onde outros xingam;
quer, onde outros cansam;
espera, de onde já não vem;
sonha, entre realistas;
concretiza, entre sonhadores;
fala de leite em reunião de bêbados;
cria, onde o hábito rotiniza;
perde horas em coisas que só ele sabe importantes;
diz sempre na hora de calar;
cala sempre nas horas erradas;
fala de amor no meio da guerra;
deixa o adversário fazer o golo
porque gosta mais de jogar que de ganhar;
aprendeu a superar o riso,
o deboche, o escárnio e a
consciência dolorosa de que a média 
é má porque é igual;
vê mais longe do que o consenso;
sente antes dos demais começarem a perceber;
se emociona enquanto todos 
em torno agridem e gargalham.

Tome decisões com frequência

 
 Tome decisões com frequência.
Quanto mais decisões você toma,
melhores elas são.
Os músculos se fortalecem com o uso,
e o mesmo acontece com os seus 
músculos de tomar decisões.
Libere seu poder agora mesmo,
tomando alguma decisão que venha adiando.
Não vai acreditar na energia e na animação
que isso criará em sua vida!

Que sejamos felizes!

 
 Não quero mais me desgastar com coisas
que não me acrescentam, eu não!
Pense direito e você verá que não vale a pena,
nada é acrescido ao teu coração.
Então, hoje, eu quero apenas
conviver com as pessoas que me somam,
com o amor que me evoluí 
e com a paz que me conforta!
Que sejamos felizes!

Foi mudar o que eu exigia de mim mesmo

 
 Quando me perguntaram o que
realmente mudou minha vida há alguns anos,
eu digo que a coisa mais importante
foi mudar o que 
eu exigia de mim mesmo.

Lembre-se

 
 Lembre-se que se algum dia 
você precisar de ajuda,
você encontrará uma 
mão no final do seu braço.
À medida que você envelhecer,
você descobrirá que tem duas mãos
uma para ajudar a si mesmo,
e outra para ajudar aos outros.

Ser actor ou actriz principal

 
 Ser actor ou actriz principal 
no teatro da vida
não significa não falhar ou não chorar,
mas ter habilidade para refazer caminhos,
coragem para reconhecer erros,
humildade para enxergar nossas limitações
e força para deixar de ser aprisionado
pelos pensamentos pessimistas 
e emoções doentias.

Não aceito...

 
 Não aceito a tristeza e apoio a força
 que todo o ser humano tem dentro de seu âmago;
uma força invisível, incompreensível,
capaz de derrubar qualquer gigante,
pelo simples fato de acreditar em si mesmo.
É através das lutas que aprendemos
a sermos felizes com amplitude
e não com um incentivo vazio
e medíocre de uma felicidade superficial 
navegando por aí,
enquanto as mesmas estão 
com o coração sangrando;
negando-se ajuda por puro orgulho e egoísmo.

Nunca recuse

 
 Nunca recuse o que para você agora, 
parece pequeno.
Amanhã, este pequeno, 
com lutas e sem desistências,
será maior do que desejavas!

É no silêncio

 
 É no silêncio que descobrimos 
que reflectir sobre a vida,
com o coração aberto,
é o caminho escondido para a estrada
de nossos mais desejados sonhos e sentimentos.