Bem Vindo

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Seja um Idiota

 
   A idiotice é vital para a felicidade.
Gente chata essa que quer ser séria,
profunda e visceral sempre.
Putz!
A vida já é um caos, por que fazermos dela,
ainda por cima, um tratado?
Deixe a seriedade para as 
horas em que ela é inevitável:
mortes, separações, dores e afins.
No dia-a-dia, pelo amor de Deus, seja idiota!
Ria dos próprios defeitos.
E de quem acha defeitos em você.
Ignore o que o boçal do seu chefe disse.
Pense assim: 
quem tem que carregar aquela cara feia,
todos os dias, inseparavelmente, é ele.
Pobre dele.
Milhares de casamentos 
acabaram-se não pela falta de amor,
dinheiro, sexo, sincronia, 
mas pela ausência de idiotice.
Trate seu amor como seu melhor amigo, e pronto.
Quem disse que é bom dividirmos a vida 
com alguém que tem conselho 
para tudo, soluções sensatas,
mas não consegue rir quando tropeça?
hahahahahahahahaha!...
Alguém que sabe resolver uma crise familiar,
mas não tem a menor ideia de como
preencher as horas livres de um fim de semana?
Quanto tempo faz que você não vai ao cinema?
É bem comum gente que fica perdida
quando se acabam os problemas.
E daí, o que elas farão se 
já não têm por que se desesperar?
Desaprenderam a brincar.
Eu não quero alguém assim comigo.
Você quer? 
Espero que não.
Tudo que é mais difícil é mais gostoso, mas...
a realidade já é dura; piora se for densa.
Dura, densa, e bem ruim.
Brincar é legal. 
Entendeu?
Esqueça o que te falaram sobre ser adulto,
tudo aquilo de não brincar com comida, 
não falar besteira,
não ser imaturo, não chorar, 
não andar descalço,
não tomar chuva.
Pule corda!
Adultos podem (e devem) 
contar piadas, passear no parque,
rir alto e lamber a tampa do iogurte.
Ser adulto não é perder os prazeres da vida
- e esse é o único "não" realmente aceitável.
Teste a teoria. Uma semaninha, para começar.
Veja e sinta as coisas como se elas fossem
o que realmente são: passageiras.
Acorde de manhã e decida entre duas coisas:
ficar de mau humor e 
transmitir isso adiante ou sorrir...
Bom mesmo é ter problema na cabeça,
sorriso na boca e paz no coração!
Aliás, entregue os problemas nas mãos de Deus
e que tal um cafezinho gostoso agora?
A vida é uma peça de teatro 
que não permite ensaios.
Por isso cante, chore, dance e 
viva intensamente
antes que a cortina se feche!

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Só você pode tomar as rédeas da sua vida

  A vida não é um roteiro de uma história,
então desista de querer controlar tudo,
programar tudo,
as vezes certas coisas acontecem
porque tinham de acontecer e ponto.
 Algumas pessoas te machucam
para você ficar mais forte,
outras te fazem sorrir para mostrar
o quanto você está vivo.
Deixe o destino tomar conta do acaso.
Acredite,
tudo tem seu tempo,
sempre tem algo melhor por vir.
Aproveite cada segundo do seu dia
e descanse bem a noite.
Aprenda com cada tropeço.
Aspire novas ideias.
Sinta a energia.
Respire fundo, mantenha a
calma quando necessário.
Siga em frente.
Realize seus sonhos, mesmo os impossíveis,
nem que seja enquanto dorme.
Reflita se estiver chateado
com alguém ou com alguma coisa.
Entenda que vai ter momentos que
é preciso perdoar e fingir que não doeu,
pois discutir não vai adiantar.
Seja o que você quiser, mas seja,
não deixe a vida passar.
Só você pode tomar as rédeas da sua vida,
mas tente deixar acontecer.

domingo, 12 de outubro de 2014

Nunca consegui desejar o mal

   Nunca consegui desejar o mal
de uma forma calculada a alguém,
ainda que tal pessoa tivesse provocado
em mim das maiores tristezas do mundo,
 sempre acreditei que...
a vida acabaria por encarregar-se dela.
A minha raiva, tal como de uma criança
tem prazo de validade,
zango, choro, esbravejo,
mas assim que passa algum tempo tento
limpar o meu coração de toda mágoa,
e arranjo formas de seguir.
Sempre tive um coração meio mole.
Um coração que alegra-se por pequenos gestos,
que prende-se a detalhes que só eu vejo,
que acredita na mudança das pessoas,
e que quando se entrega atira-se.
Nunca soube ser metade de nada nem de ninguém,
quando estou, e quando não estou não estou.
Nunca soube viver uma meia-vida.
Daí que quando entro em uma vida não ofereço
apenas o meu melhor,
mas sim o meu tudo.


Não cabe muita gente no meu mundo

 
 Não cabe muita gente no meu mundo.
Não é porque a porta dele se encontra fechada
 ou não tenha espaço lá.
Ao contrário, ela está sempre aberta.
O problema é que quem não é 
de verdade passa longe dele.
Ou se tenta entrar, 
não aguenta o ritmo e acaba desistindo.
E ainda bem.
Aposto mais na qualidade das pessoas, 
do que na quantidade.
Tenho poucos amigos, mas sei
que posso contar com eles sempre.
Não apenas pra festas, poses, saídas, compras.
Mas para passar por tudo que a vida traz.
Melhor ter amigos fiéis, 
que 50 amigos passageiros,
com quem não podes nem 
sequer ser o que realmente és.


Esquecer.

 
 Não esquecemos as pessoas que amamos,
não esquecemos das pessoas que nos marcaram,
não esquecemos do que elas foram,
do que elas nos ofereceram.
Apenas tentamos organizar 
os dias sem aquela pessoa,
seguir com a vida, e chamamos a isso:
Esquecer.


Ignoro!

 
 Só levo em consideração...
A opinião das pessoas que sinto carinho,
que amo...
O resto é apenas resto...
Ignoro!


Sou...

 
 Sou...
Luz e escuridão, emotiva e fria,
tempestade e calmaria, emoção e razão,
presença e ausência, forte e sensível, tudo e nada,
sou contradição de mim mesma...
Sou assim!


Não me importo

 
 Não me importo que roupa vou usar, 
mas sim como
vestir meu coração...
Não me importo o que vou comer, 
mas sim com o que
alimentar minha alma...
Não me importo como alcançar alguém,
mas de que forma sentir este alguém...
Não me importo com opiniões incertas,
mas sim com a certeza de saber quem de fato sou...
Não me importo com as barreiras impostas,
mas como conseguir ultrapassá-las...
Não me importo com as minhas insanidades,
mas como me manter sã ...
Não me importo com a Vida amanhã,
mas em estar literalmente viva hoje...
Enfim, 
não me importo com o amor 
e em colocar a minha
felicidade nas mãos de outros,
mas na importância de me amar e encontrar
a felicidade em mim!


Minha vida tem idas e vindas...

 
 Minha vida tem idas e vindas...
Ilusões e decepções, 
sonhos realizados ou não...
Pouco me importa...
Alegrias, sorrisos e lágrimas...
Emoções sentidas e vividas...
Momentos de poemas e poesias...
De tudo isso uma única certeza...
Nada e ninguém irá
aniquilar, 
esta minha sede de sonhar, e amar...
E assim continuarei meu caminho...
Vivendo, sentindo e me desnudando...
Para esta magia que se chama "Vida"!

sábado, 11 de outubro de 2014

Uma vírgula diz tanto...

 
 Sou romântica
em códigos, 
mas sou fácil de decifrar...
uma vírgula diz tanto...

Não sou Santa, sou Mulher!

 
 Uma mulher de 
hábitos simples de coração livre e alma terna.
Algumas vezes sou brisa, 
e em outras tempestades.
Posso ser Doce como mel,
se provocada sou Veneno.
Não sou Santa, sou Mulher!

A VIDA

 
 A VIDA
é como um jogo de xadrez, 
temos que pensar bem antes
de movermos cada peça.

AMIGO É O QUE FICA DEPOIS DA RESSACA. É GLICOSE NO SANGUE A SERENIDADE.

 
 Os amigos são próprios de fases:
da rua, do Ensino Fundamental, Ensino Médio,
da faculdade, do futebol, da poesia,
do emprego, da dança, dos cursos de inglês,
da capoeira, da academia, do blog.
Significativos em cada etapa de formação.
Não estão em nossa frente diariamente,
mas estão em nossa personalidade,
determinado, de modo imperceptível,
as nossas atitudes.
Quantas juras foram feitas em bares
a amigos, bêbado e trôpego?
AMIGO É O QUE FICA DEPOIS DA RESSACA.
É GLICOSE NO SANGUE A SERENIDADE.

Decepções

 
 Decepções 
não foram feitas para nos deixar tristes.
Pelo contrário, 
decepções são necessárias para vermos quem
realmente se importa…

O QUE FAZ BEM E O QUE NÃO PRESTA!

 
 É preciso avaliar diuturnamente 
o que é bom e o que não é.
É preciso saber qualificar aquilo 
que compensa e
aquilo que não compensa.
É claro que não nascemos sabendo tudo isso mas,
como o passar dos anos, 
devemos aprender a filtrar
todas essas situações.
E também devemos aprender a agregar valores,
compromissos e sucesso;
e também a lançar fora o que 
não faz bem e o que não presta!

Nas esquinas da vida...

 
 Nas esquinas da vida...
Alguns amigos se distanciam,
outros aparecem,
mas no coração permanecem como
páginas de uma história que ninguém esquece.

Sou dona do mundo como podes ver...

 
 Sou dona do mundo como podes ver...
Dona de minhas vontades...
E isso é tudo.
Me arrisco num precipício de oportunidades.
Não arriscar para mim é não viver.
Eu emano paixão...
Nasci para amar!
Para me entregar á vida a cada sol que nascer.
Sou dona de mim mesmo.
Serei sempre assim,
fiel aos chamados mais profundos...
E sacerdotisa de mim.
E sempre...
Fiel até o fim.