Bem Vindo

sábado, 31 de outubro de 2015

 
 Exemplo?
Que exemplo?
Não quero ser exemplo…
Não tenho essa pretensão.
Não sou nada além de mim mesma.
Por isso não quero ser exemplo de nada!
Quero apenas a minha liberdade em expressão.
Não quero voltar no tempo! 
Não quero recuar!
Quero seguir adiante, 
com a cabeça erguida e caminhar…
Quero caminhar sem aquele medo atávico
de não saber aonde chegar.
Não quero temer, não quero tremer, 
não vou perder-me.
Quero apenas seguir adiante, 
como um pássaro errante…
Quero ser a minha essência 
sem precisar de me esconder.
Quero transitar pelo espaço, 
sem me preocupar com o que digo;
Quero permitir-me, 
sem me preocupar com o que faço.
Quero apenas a minha liberdade em expressão!
Não quero ser seguida, quero apenas ser ouvida!
Não quero ser imitada, repetida, pronunciada.
Não vivo dessa louca pretensão!
Quero apenas ser respeitada!
Quero o silêncio da noite!
Quero a luz do dia!
Quero a alegria!
Sou livre!
Quero:
Paz!
 
 Eu sou do tipo de pessoa que
não se envergonha em confessar suas fraquezas,
suas tristezas, suas doses de solidão...
Eu sou do tipo que pessoa que
não consegue esconder o que sente...
Acho que fui feita de verdades e isso,
por mais contraditório que pareça,
me faz feliz!
 
 Estou muito feliz.
Por nada em especial.
Por tudo que é especial.
Mas, principalmente,
porque sou uma óptima companhia 
para mim mesma…
Cuido do meu tempo,
respeito meus sentimentos
e sei perceber aprendizados em
situações aparentemente negativas.
Aprendi a ousar e escolher rotinas novas,
ritualizo fins e começos e, sobretudo,
amo pessoas com transparência e verdade.
Porque amo como quem não necessita,
apenas porque escolhi que fosse assim.
 
 Não deixe ninguém fazer a sua história por você.
Não aceite os créditos de seus erros ou acertos.
Seja artesão.
Cultive uma orquestra particular de sentimentos,
mas acima de tudo ame-se.
Seja solidário e saiba ser solitário.
Solidão não é a pior coisa da vida.
Das coisas piores,
viver acompanhado de sombras silenciosas
e esperar quem nunca virá,
são borrões e indelicadezas 
que matam silenciosamente.
 
 Vai, continue sua caminhada...
Comece retirando as pedras e em seu lugar ...
coloque flores,
são elas que vão lhe indicar o caminho 
de volta para você mesmo.
Enxugue todas as lágrimas que 
insistem em rolar no seu rosto
e busque bem lá no fundo o seu verdadeiro EU.
Resgate, com afinco, 
aquele menino perdido pelo caminho,
aquele de sorriso fácil e sonhos sem limites,
que te ensinou a amar e a olhar para as pessoas
e para o mundo com carinho.
Agora é chegada a hora de buscar 
o descanso da alma,
desatar todos os nós e trazer de volta
a face um brilho que é só seu!
Não desista, 
dos sonhos e das promessas de outrora...
revire, remexa, procure, insista...
eles estão todos guardados, 
dentro de você,
e saiba que por direito, 
eles são seus!!

Quem sou eu?

 
 Eu sou o que eu penso
Eu sou mais um ser mortal
Eu sou humano o bastante para errar
e ter duvidas sobre o que eu sou
e sobre o que eu quero ser
Mas também sou humano o bastante
para tentar sempre reconhecer 
e corrigir os meus erros
Eu sou esforçado o bastante 
para vencer qualquer desafio
E quieto o bastante para que não me desafiem
Eu sou mais um na multidão
Eu sou o que eu sou
Eu sou o que eu quero ser
Eu Sou feliz por eu ser eu mesmo
Eu sou feliz por estar vivo
E continuar vivendo
Eu sou feliz por sonhar
Pelo que eu quero alcançar
Eu sou feliz por alcançar
E continuar a sonhar
Eu sou o que sou
Eu sou o que eu quero ser
Eu sou o que eu penso...
 
 Trago comigo uma bagagem pequena, mas valiosa:
só o que me acrescenta, me evolui e me faz bem.
Tenho aprendido a deixar para trás pesos desnecessários.
Fiz um trato comigo:
só carrego aquilo que me rouba sorrisos
e me traz aprendizado.
O resto faço questão de ir perdendo 
no meio do caminho.
 
 Deixo guardado no baú das lembranças...
Tantas pessoas queridas,
Tantos momentos especiais...
Tantas experiências…
momentos incríveis..
situações mágicas...
E volto sempre lá,
no baú da minha vida..
revejo amigos, recordo canções..
e repenso situações...
Aprendo de novo
e deixo espaço de sobra para tudo que virá de novo...
As tristezas também estão lá...
As decepções, as frustrações..
Pois, tudo isso é a vida:
a minha vida!!!!
Aprendo muito com cada uma delas...
Elas garantem que eu cresça,
que eu amadureça,
que jamais endureça
ou emudeça a bruxa ,
a moleca e pequena
que habitam em mim...
 
 Prefiro fingir de bobo e idiota a ter que 
entender certas coisas.
 
 Alguns de nós desistem de viver soltando
apenas um suspiro resignado.
Outros lutam um pouco, 
mas depois, 
perdem a esperança.
Outros ainda, e sou um destes, 
nunca desistem.
Lutamos, lutamos, lutamos.
Lutamos a despeito do preço 
que pagamos pela batalha,
das perdas que sofremos, 
da improbabilidade da vitória.
Lutamos até o fim.
Não é uma questão de coragem.
É algo da nossa constituição.
Uma incapacidade de abandonar.
Pode perfeitamente ser apenas 
estupidez sedenta de vida.

Vícios e Virtudes

 
 Vícios são prazerosos e momentâneos,
Virtudes são morais e particulares,
Vícios são fáceis de serem adquiridos,

Virtudes se aprendem com o tempo,
Vícios nos tornam egoístas,
Virtudes nos tornam altruístas,

Vícios são tolos,
Virtudes são essenciais,
Vícios aumentam com os hábitos,
Virtudes aperfeiçoam com os hábitos,

Vícios são amorais,
Virtudes são morais,
Vício é uma verdadeira inclinação, para o prazer.
Virtude é uma verdadeira inclinação, para o bem.

Vício é êxtase do ideal alcançado.
Virtude é obrigação/predisposição para fazer o bem.

Vícios e Virtudes,
Tenha o vício de ser uma pessoa virtuosa.
 
 Aprendi que não importa em quantos
pedaços meu coração foi partido.
O mundo não vai parar para que eu o concerte.
Mas aprendi também que amigo verdadeiro
vai estar lá para ajudar-me a recolher os cacos...
 
 Por mais doloroso que seja,
por mais difícil que possa parecer,
libere-se do que pensam e dizem os outros.
Pergunte-se:
 - o que eu quero para minha vida?
Uma coisa é certa:
talvez você não saiba exactamente o que você quer,
mas sabe muito bem o que não quer.
 
 Não basta dar asas aos sonhos, 
o essencial é fazê-los voar.
É ir com eles, pro alto, bem alto!
Para onde ninguém os destrua e
você possa torná-los lindas realidades!
 
 Quem insiste em te criticar, 
faria de tudo para estar no seu lugar.
 
 Aprenda a chorar quando o corpo pedir,
a sorrir quando ele mandar, 
e amar quem seu coração quiser.
Quem muito escolhe fica sem nada!
 
 Ser feliz,
além de um direito meu é, mais do que nunca, 
um dever.
 
 Para ter atitude você tem que ter 
coragem ao invés de vergonha.
Tenha coragem para encarar obstáculos 
e não tenha vergonha de errar.


Olhe para as estrelas,
como elas brilham por você e tudo o que você faz.
 
 Toda mulher traz na alma e no coração,
os instintos de fera e de flor.
Como fera, uma tigresa guerreira,
para defender sua prole, seu espaço e seu amor,
com todas as forças do seu coração.
Como uma FLOR,
para distribuir, com meiguice,
o perfume da sensualidade, 
do carinho e da beleza do amor.
Como FERA, é guerreira de valor.
Como FLOR, é sensível e perfumada.
Se quiser entendê-la,
respeite-a como GUERREIRA
e trate-a como uma FLOR.
 
 Cada vez que um livro troca de mãos,
cada vez que alguém passa os olhos 
sob suas páginas,
seu espírito cresce e a pessoa se fortalece.
 
 A gente é o que a gente escolhe ser.
O destino pouco tem a ver com isso.
 
 Se for bom já é um começo,
se me fizer feliz é meio caminho andado
e se durar o tempo necessário para
 marcar já vai ter valido a pena.
Para sempre.
 
 Não tenho medo de quebrar a cara
por fazer o que acho que é certo,
 tenho medo de não fazer o que eu acho certo 
e quebrar a cara.
 Dizer sim quando quero dizer não
é dar mais valor aos outros do que a mim,
é não colocar meus limites, e isso é não me respeitar.
É o mesmo que dizer que o 
que eu sinto não vale nada,
que os outros podem passar por cima 
de mim à vontade.
E eles passam, sem dó nem piedade.
Hoje estou aprendendo a dizer não.
Quando não quero alguma coisa, 
simplesmente digo não.
Sem raiva nem emoção.
Um não é só uma negativa.
É nosso limite.
Um direito que temos de decidir 
o que desejamos ou não fazer.
A isso se dá o nome de dignidade.
Quando nos colocamos com sinceridade,
dizendo o que sentimos, somos respeitados.